26 de nov de 2008

As Bufa


Donada.

(Guimarães Rosa começou com Nonada. Por que eu não posso começar com Donada?)

Você anda na rua e alguém “donada” lhe aparece. Você anda na rua e alguém “donada” desaparece. Você anda com alguém e uma rua, “donada”, aparece e desaparece quando você pára de olhar. Donada lhe vêm pensamentos sobre alguém nessa rua em que você caminha. Um caminho surge em seus pensamentos na rua. Nessa longa estrada da vida, vou correndo e não posso parar. Na esperança perdida, porque algo, donada, lhe faz perder a esperança. Donada, duas gurias montam uma peça e desmontam uma história, desmontam seus pensamentos, desmontam um caminho, uma rua donada. Fui convidada pruma festa da pesada no castelo de cristal e, donada, vi alguém me contar coisas sem pé nem cabeça, nem início nem fim, com coisas donada saindo e donada entrando. E gargalhadas chegando, uns bocejinhos também, encantos indos, saci pererê. “As bufa” começam no danada querendo começar comtudo. Só que contudo fica muito longe de donada e nem o avião da Calipso as ajudaria. O irmão sem nome da Sandy Júnior se prepara para críticas diz o Terra, mas as gurias conseguem superar essa fase inicial de uma jornada sem história, nem nada, sem início, nem fim, com alguns meios donada que aparecem e desaparecem logo após o nada também. Uma coisa surge aqui e outra ali, uma contagem se emenda na outra e quando Simoni De Dordi e Aline Marques, donada, vêem que isso é o legal da coisa, “As Bufa”, donada, fica legal também no balancê balancê quero casar com você. Porque a rua é assim. Com mapa, só Nova Iorque e São Leopoldo. O resto é donada. Uma casinha aqui, uma mansão lá, um nada ali e um Shopping da Barra (da Tijuca ou do Cristal?) acolá. Donada a música da Xuxa que faz rir pacas. Pronada o medo de alguém que pode chegar. Alguém lembrou de Anne Frank trancada no anexo? Donada Celói falando alemão. Donada o rap, Deus e Ventania assando um rato. Pronada um fim pra algo que não teve começo. Donada é um bombom. Uma surpresa boa. Trilha (Original), luz, performances (Tatiana Cardoso!!), tudo é bom. Amy Winehouse vai vir pro Brasil? Mais donadas que pronadas nas bufona. Vou que vou, vamo que vamo. Mas não pronada que pronada é ruim.

(Guimarães Rosa terminou com Travessia. Por que eu não posso terminar com um VT?)


Vale Transporte agora é tri.

2 Comentários:

Simone disse...

Rodrigo, é maravilhoso esse espaço que tu criou no qual se comenta teatro! Obrigado por ter nos assistido e por ter incluido no seu espaço. Adorei seus comentários, como já te disse, é uma ótima descrição da sensação de assistir As Bufa. Beijão e vamosa seguindo bem donadinhas... hauhauhauahuahauhau

Fe Beppler disse...

Um dos espetáculos que mais me "tocou" neste ano em Porto Alegre. Comparado a este só o "Saudade em Terras D'água", de um grupo francês que se apresentou por aqui!!
***************
Fico entusiasmada com este blog e espero que a idéia se espalhe!! Acho que em breve teremos outros, já que tantas pessoas têm vindo escrever aqui suas impressões...daqui há pouco criam tb seus espaços e suas opiniões para que outras comentem, e assim poderemos um dia achar bem normal que alguém escreva sobre nossos trabalhos!! Bem ou mal...
******************
Vale muito assistir As Bufa !!!

  ©Template Blogger Green by Dicas Blogger.

TOPO